DISCURSO DE LANÇAMENTO OFICIAL DA 12ª CIMEIRA DE NEGÓCIOS EUA – ÁFRICA, A REALIZAR-SE DE 18 A 22 DE JUNHO DE 2019, NA CIDADE DE MAPUTO

148

Senhores Membros do Governo da República de Moçambique;
Senhor Encarregado de Negócio a.i da Embaizada dos EUA;
Senhor Presidente da CTA;
Senhores Membros do Corpo Diplomático;
Caros Empresários;
Ilustres Convidados;
Minhas Senhoras e Meus Senhores,

Muito Bom Dia!

1. É com elevada honra que, em nome de Sua Excelência Filipe Jacinto Nyusi, Presidente da República de Moçambique, saúdo a todos os presentes nesta Cerimónia de Lançamento da Décima-Segunda Cimeira de Negócios entre Estados Unidos da América e África.
2. Saudamos de forma especial a todo o Povo Moçambicano que será o grande hospedeiro deste evento empresarial que irá reunir, de 18 a 21 de Junho do corrente ano, líderes políticos, mulheres e homens de negócios de África e dos Estados Unidos.
3. As nossas saudações são extensivas a todos os parceiros, particularmente, o Conselho Corporativo para África e a Confederação das Associações Económicas de Moçambique – CTA, que juntamente com o Governo têm vindo a trabalhar afincadamente para a realização com sucesso deste evento empresarial.

Minhas Senhoras e
Meus Senhores,
4. Iremos acolher este evento num momento em que o país está a registar passos firmes rumo a paz definitiva e duradoura, condição fundamental para a melhoria do clima de investimentos e promoção do desenvolvimento socioeconómico.
5. O país está igualmente a consolidar a estabilidade macroeconómica, o que é consubstanciado por uma inflação baixa que atingiu 3.5%, em Dezembro de 2018, e também pela estabilidade do Metical em relação as principais moedas de troca.
6. Esta estabilidade macroeconómica assenta na melhoria contínua da produção e produtividade decorrente, fundamentalmente, da aposta nos sectores da agricultura, energia, turismo e infra-estruturas, como áreas de foco para diversificar e dinamizar a nossa economia.
7. A par disso, com as reformas que temos vindo a implementar com o sector privado nacional, o nosso país subiu, em 2018, três posições na classificação do ambiente de negócios, passando para a posição 135, de acordo com o último relatório Doing Business divulgado pelo Banco Mundial.
8. Estes avanços no processo da paz, na economia e no ambiente de negócios concorrem para o reforço da confiança que os investidores e parceiros de cooperação depositam no nosso país.
9. É neste quadro que Moçambique se prepara para acolher a Décima-Segunda Cimeira de Negócios entre Estados Unidos da América e África.

Minhas Senhoras e
Meus Senhores,
10. A escolha de Moçambique para acolher a Décima-Segunda Cimeira de Negócios entre Estados Unidos da América e África é testemunho da parceria cada vez mais forte existente entre o nosso país e o Conselho Corporativo para África.
11. Consubstancia esta parceria a participação do nosso país, há mais de 20 anos, nas Cimeiras organizadas pelo Conselho Corporativo para África que são uma plataforma para a promoção das imensas oportunidades de negócios e investimentos existentes no continente africano.
12. É em reconhecimento da importância desta plataforma que Sua Excelência Filipe Jacinto Nyusi, Presidente da República de Moçambique, na Décima- Primeira Cimeira Bienal Estados Unidos da América e África, reiterou o interesse do nosso país em aprofundar as relações com o Conselho Corporativo para África, de modo a promover mais negócios entre os EUA e África no geral.
13. Queremos desde já, manifestar o nosso apreço ao Conselho Corporativo para África pela confiança depositada no nosso país para acolher este prestigioso evento, o que irá contribuir para cimentar as relações económicas entre Moçambique e Estados Unidos da América.

Minhas Senhoras e
Meus Senhores,
14. A realização desta Cimeira, em Maputo, constituirá uma oportunidade ímpar para o nosso país promover a sua imagem como destino seguro e preferencial de investimento, bem como promover parcerias público-privada e o empresariado nacional, em particular as pequenas e medias empresas.
15. Esta é uma oportunidade para expormos o potencial existente no nosso país em sectores que incluem agricultura e agro-negócios, energia, infra-estruturas, saúde, finanças, turismo e tecnologias de comunicação e informação.
16. A Cimeira a realizar-se em Maputo constitui também uma oportunidade para as pequenas, médias e grandes empresas dos Estados Unidos da América, de África e do mundo em geral estabelecerem contactos e celebrarem parcerias mutuamente vantajosas em diversas áreas.
17. É neste quadro que encorajamos o empresariado moçambicano e de África em geral a capitalizarem esta plataforma, tendo em conta as iniciativas e oportunidades existentes para promover o comércio e o investimento entre os EUA e o nosso Continente.
18. No domínio comercial, esperamos que os nossos empresários estabeleçam parcerias que permitam tirar máximo proveito da iniciativa de Crescimento e Oportunidades para a África (AGOA), recentemente renovada e estendida até Setembro de 2025.
19. Através da iniciativa AGOA os produtores do continente africano podem aumentar as suas exportações para os EUA, beneficiando da isenção de tarifas alfandegárias e livres de quotas.
20. A nível de investimentos, os empresários africanos deve procurar tirar maior vantagem das iniciativas do Governo dos Estados Unidos da América tais como o “Power Africa” e “Feed the Future”, que oferecem um quadro de assistência e negócios nas áreas de energia, agricultura e segurança alimentar.
21. Queremos desde já encorajar os empresários moçambicanos a se prepararem para apresentar as suas competências e produtos a potenciais parceiros americanos e do resto do Continente Africano que tomarão parte nesta Cimeira.

Caros Empresários,
22. A realização desta Cimeira desafia o nosso sector empresarial a estar preparado para responder a demanda no fornecimento de bens e serviços, que vão desde a acomodação, transportes, alimentação, entretenimento, turismo, entre outros.
23. Esta é uma oportunidade para que os nossos empresários possam, igualmente, oferecer pacotes turísticos e de exibição da nossa cultura e, deste modo, contribuírem para o sucesso da Cimeira e para a promoção da boa imagem de Moçambique.
24. Nós, enquanto Governo, continuaremos a assegurar um ambiente propício para que todos os convidados sintam o quão hospitaleiro e acolhedor é o povo moçambicano.
25. Estamos esperançados que, com a realização da Cimeira, iremos atrair cada vez mais investimento, promover exportações de modo a criar mais emprego e acelerar o crescimento económico do nosso país.
26. Reiteramos votos de sucessos na organização desta Cimeira de Negócios, apelando a proactividade na divulgação do evento dentro e fora do País.
27. Com estas palavras, tenho a honra de declarar oficialmente lançada a Décima-Segunda Cimeira de Negócios entre Estados Unidos da América e África, a realizar-se de 18 a 21 de Junho do ano corrente, na Cidade de Maputo.

Pela atenção dispensada, muito obrigado!