LOGIN

Login

Memorizar

       
NEWSLETTER AIM & CTA

Newsletter AIM & CTA

Subscreva-se para ter acesso a Newsletter AIM & CTA.
A+ R A-

Análise das ligações

  • Visitas: 9061

1. ANTECEDENTES E CONTEXTO

1.1 INTRODUÇÃO

Moçambique está localizado no sudeste da África, fazendo fronteira com o Canal de Moçambique, e entre a África do Sul e Tanzânia. Com uma população de cerca de 19 milhões de pessoas, foi um dos países menos desenvolvidos e de mais rápido crescimento no mundo, ao longo das últimas duas décadas. O crescimento médio anual foi de 7,0 por cento, entre 1993-1999, seguido por um crescimento médio de 8,1 por cento, no período entre 2000-2008.1 Este crescimento tem sido principalmente provocado por um aumento na procura global de minerais, como o carvão, bem como pela crescente procura de novas fontes de energia. Esta última tem incentivado a exploração de petróleo e gás ao largo das costas da África Austral e de Moçambique, dado que o país é dotado de vastos recursos naturais - incluindo carvão, titânio, gás natural e vastos terrenos agrícolas subdesenvolvidos.

Moçambique tem continuado a atrair IDE após a assinatura do acordo de paz, em 1992. Um dos maiores avanços foi alcançado em meados dos anos 90, quando um consórcio de investidores estrangeiros decidiu criar a fundição em grande escala de alumínio - Mozal. Este projecto foi particularmente importante porque enviou um forte sinal à comunidade empresarial global de que Moçambique se abria ao investimento externos e seria capaz de acolher tais mega projectos.2 Depois disso, outros mega projectos, principalmente nas indústrias extractivas, têm gerado grandes fluxos de IDE. Entre 1997 e 2009, o país recebeu em IDE mais de US$ $ 8,4 mil milhõespara

descarregar ficheiro completo clique aqui

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn