LOGIN

Login

Memorizar

       
NEWSLETTER AIM & CTA

Newsletter AIM & CTA

Subscreva-se para ter acesso a Newsletter AIM & CTA.
A+ R A-

Presidente do CEP enaltece a importância do DPP na província de Maputo

  • Visitas: 1230

Sob presidência de Raimundo Maico Diomba, Governador da Província de Maputo, realizou-se no passado dia 30 de Junho do corrente ano a V Sessão Ordinária do Fórum de Consulta e Concertação Social da Província, um encontro que junta membros do Governo provincial e representantes de empresas públicas e privadas. Na ocasião, o Presidente do Conselho Empresarial da Província (CEP) de Maputo, Cândido Bila, enalteceu a importância do Diálogo Público-Privado (DPP) ao nível provincial.


Cândido Bila destacou o contínuo aprofundamento do Diálogo Público-Privado Provincial, através das plataformas estabelecidas para o efeito, o que se deve fundamentalmente ao comprometimento das partes envolvidas, designadamente, o CEP Maputo, através dos seus grupos de trabalho, o Governo da Província e os Conselhos Municipais da Província, por meio de identificação de problemas que minam o ambiente de negócios, sua discussão sectorial e apresentação das propostas de soluções respectivas junto das entidades governamentais.
Foi nesta sequência, que o Presidente em exercício do CEP Maputo manifestou a total disponibilidade do sector privado da província em trabalhar de forma incondicional, para o melhoramento do ambiente de negócios e para o aumento da competitividade das empresas, privilegiando, para o efeito, a utilização dos recursos materiais e humanos da província, como forma de incentivar a produção e produtividade local.
No seu discurso de abertura, Raimundo Diomba, Governador da Província de Maputo e Presidente do Fórum, destacou o facto de este órgão ter a felicidade de aproximar as partes para transmitirem as suas convicções e experiências, o que permite harmonização para uma só frente, com vista a garantir a estabilidade das relações laborais na província de Maputo.
Diomba recordou ainda a necessidade e urgência de os empregadores cumprirem cabalmente com os comandos da legislação laboral, pagarem os impostos e aumentarem a produção e a produtividade e os sindicatos, por seu turno, exortem e mobilizem de forma contínua os trabalhadores para desenvolverem as suas actividades com a devida qualidade.

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Add comment


Security code
Refresh