LOGIN

Login

Memorizar

       
NEWSLETTER AIM & CTA

Newsletter AIM & CTA

Subscreva-se para ter acesso a Newsletter AIM & CTA.
A+ R A-

Max Tonela ausculta Sector Privado sobre Política e Estratégia Industrial

  • Visitas: 2615

O Ministro da Indústria e Comércio, Max Tonela, reuniu-se na última sexta-feira, em Maputo, com o Pelouro da Indústria e Comércio da CTA – Confederação das Associações Económicas de Moçambique, com o objectivo de auscultar as preocupações dos industriais de forma a serem atendidas na actual Política e Estratégia Industrial (PEI) 2016 – 2025 e proceder ao levantamento dos assuntos a constarem da matriz do Pelouro no âmbito do Diálogo Público – Privado.

A Estratégia de Desenvolvimento Industrial consiste na decomposição de acções para materializar a Política Industrial, através da definição de programas específicos para cada pilar de aposta estratégica com vista a sua concretização.
Assim, para cada pilar de aposta estratégica definida pela Política Industrial, foram definidos e explicados um conjunto de programas e indicadas as entidades chave para a implementação a nível ministerial, considerando as seguintes variáveis determinantes: principais produtos, principais matérias-primas e sua respectiva localização geográfica.
Sobre a implantação da PEI, há um conjunto de acções específicas a serem desenvolvidas com vista a estimular o desenvolvimento da indústria nos próximos 10 anos e está estruturado em três períodos temporais de acordo com os Pilares de Aposta Estratégica, designadamente curto, médio e longo prazo.
No período 2016-2019, deverão ser desenvolvidas actividades que possam ser articuladas juntamente com o Programa Quinquenal do Governo, de forma a alinhar as acções de desenvolvimento industrial com as do Governo, na qualidade de promotor do desenvolvimento industrial em Moçambique.
O último, correspondente ao período de longo prazo de 2020-2025, deverá ser efectuada uma avaliação de Meio-termo à Estratégia Industrial de forma a identificar e ajustar o plano de implementação.
De referir que, participaram no encontro mais de 30 operadores industriais, quadros do Ministério da Indústria e Comércio e da Autoridade Tributária de Moçambique.

 

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Add comment


Security code
Refresh