LOGIN

Login

Memorizar

       
NEWSLETTER AIM & CTA

Newsletter AIM & CTA

Subscreva-se para ter acesso a Newsletter AIM & CTA.
A+ R A-

Embaixadora da Turquia sossega empresários moçambicanos

  • Visitas: 2157

 

A Embaixadora da Turquia em Moçambique, Aylin Tashan, visitou na manhã da terça-feira, 2 de Agosto, as instalações da CTA - Confederação das Associações Económicas de Moçambique. Tratou-se de uma visita de cortesia inserida no quadro das relações de cooperação existentes entre a CTA e a Embaixada da Turquia. Na ocasião, a diplomata turca sossegou os empresários moçambicanos que se mostravam apreensivos com a tentativa de golpe de Estado que ocorreu na Turquia em 15 de Julho de 2016.

A investida foi supostamente orquestrada por uma facção pertencente às Forças Armadas Turcas. A despeito de ter fracassada, propriedades foram danificadas, mais de mil pessoas ficaram feridas e outras centenas morreram.
Hoje, a Turquia posiciona-se na décima posição na lista dos maiores investidores em Moçambique, e existem muitos moçambicanos com parcerias empresariais com homens de negócios turcos, daí o motivo de apreensão dos empresários nacionais.
Foi neste contexto que a Embaixadora da Turquia em Moçambique, Aylin Tashan, manteve um encontro com a Direcção da Confederação das Associações Económicas de Moçambique.
À saída do encontro, o Presidente da CTA, Rogério Manuel, explicou que a diplomata turca solicitou o encontro para informar o que efectivamente aconteceu em relação à tentativa de golpe de Estado que se registou no mês passado de Julho na Turquia.
“Era nossa preocupação também, porque existem moçambicanos com parceiros turcos, que fizeram joint venture com empresários turcos, mas a Embaixadora nos tranquilizou, dizendo que está tudo sob controlo”, referiu o Presidente da CTA. Sendo que, neste momento as partes estão a trabalhar no sentido de dar seguimento aos programas existentes. Ainda para este ano, estão agendados dois eventos, um em Outubro outro em Novembro, entre a CTA e a sua congénere da Turquia.
Aylin Tashan assegurou que as relações entre os dois países não foram afectadas com a tentativa de golpe de Estado do dia 15 de Julho, e os programas vão continuar normalmente no mesmo formato em que estavam previstos.

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Add comment


Security code
Refresh