LOGIN

Login

Memorizar

       
NEWSLETTER AIM & CTA

Newsletter AIM & CTA

Subscreva-se para ter acesso a Newsletter AIM & CTA.
A+ R A-

CTA e BAT contra o consumo e a venda de cigarros a menores de 18 anos

  • Visitas: 1078

IMG_5394.jpg

A CTA – Confederação das Associações Económicas de Moçambique e a BAT - British American Tobacco Moçambique, Limitada rubricaram na manhã deste terça-feira, 16 de Agosto, em Maputo, um Memorando de Entendimento com vista a desenvolverem acções conjuntas de sensibilização e educação da comunidade em geral e dos retalhistas em particular, para a não exposição e venda de produtos de tabaco a menores de 18 anos de idade. O presente Memorando vigorará por um período de três anos (2016 - 2018).

A BAT - British American Tobacco Moçambique defende que os produtos de tabaco devem apenas ser consumidos por maiores de 18 anos de idade, conscientes dos riscos associados à sua decisão, enquanto a CTA – Confederação das Associações Económicas de Moçambique, sendo associação de cariz empresarial que representa, a nível nacional, os interesses do Sector Privado, advoga o exercício responsável da actividade comercial por parte das suas filiadas, sendo por isso, pela não venda de produtos à base de tabaco, a menores de 18 anos de idade.

Á luz do presente Memorando, as duas instituições comprometeram-se a desenvolver acções conjuntas com vista a sensibilização e educação da comunidade em geral e dos retalhistas em particular, para a não exposição e venda de produtos de tabaco a menores de 18 anos de idade.
“Para nós, é de extrema relevância o suporte que a CTA está a dar a esta nossa campanha. CTA é uma entidade extremamente forte e reconhecida dentro e fora de Moçambique. Esta campanha faz parte da estratégia da nossa empresa no que diz respeito ao combate à comercialização de cigarros a menores de 18 anos, e com ela queremos consciencializar os comerciantes a evitarem a venda de cigarros a menores de 18 anos”, referiu Alexandre Carpenter, Director Geral da BAT, que se mostrou optimista quanto ao crescimento da economia moçambicana.
Por isso, sublinhou: “Estamos aqui para investir e fazer o nosso negócio crescer e temos a certeza de que a CTA sempre vai ser fundamental para o desenvolvimento desses nossos negócios em Moçambique”.
O Presidente da CTA, Rogério Manuel, disse, por seu turno, ser uma honra a CTA abraçar este projecto, pois “para além de empresários, somos pais e chefes de famílias e ficamos preocupados quando vemos crianças na rua a fumarem cigarros. Esta é uma daquelas acções que fazemos não como responsabilidade social, mas como obrigação nossa como pais e encarregados de educação”.
“Queremos, ao nos associarmos a esta campanha, retirar os cigarros das mãos desses menores, foi por isso que abraçamos o projecto da BAT no sentido de fazermos campanhas em todo o país com vista a desincentivar as crianças. Para nós, é uma tarefa muito importante quando nos associamos a campanhas que salvam a vida das nossas crianças”, concluiu.

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Add comment


Security code
Refresh