LOGIN

Login

Memorizar

       
NEWSLETTER AIM & CTA

Newsletter AIM & CTA

Subscreva-se para ter acesso a Newsletter AIM & CTA.
A+ R A-

Embaixador dos EUA visita CTA

  • Visitas: 1067

 

IMG_1368.jpg

 

O Embaixador dos Estados Unidos da América (EUA), Dean Pittman, visitou esta terça-feira, 25 de Outubro, as instalações da CTA. Tratou-se de uma visita de cortesia inserida no quadro das relações de cooperação existentes entre a CTA e os EUA, através da USAID – Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional. Na ocasião, o diplomata americano garantiu mais apoio á CTA.

Naquela que constituiu a sua primeira visita à CTA como Embaixador, Dean Pittman referiu que o sector privado é essencial para o desenvolvimento económico de qualquer país, por isso “queremos continuar a apoiar o sector privado moçambicano”.

“Queremos continuar a trabalhar com a CTA e juntos trocarmos ideias sobre como reforçar o sector privado para assegurar que o país tenha um bom ambiente de negócios”, asseverou Dean Pittman.

Os sectores de agricultura, turismo e recursos naturais mereceram maior atenção no encontro. O diplomata americano mostrou-se preocupado com a instabilidade política que se vive no país, pois, segundo referiu, nenhum país desenvolve sem paz. “Sem a paz a economia não avança”, sublinhou.

Por seu turno, o Presidente da CTA, Rogério Manuel, saudou a iniciativa do Embaixador dos EUA ao se aproximar à CTA para, de perto, conhecer os reais desafios do sector privado moçambicano.

“A CTA é uma instituição que durante muitos anos, desde a sua criação, esteve a funcionar subsidiada pela USAID, uma instituição americana, que vem apoiando no sentido de trazer um bom ambiente de negócios em Moçambique. Tudo que diz respeito ao bom ambiente de negócios foi pensado aqui nesta casa e continuamos a ter desafios”, disse Rogério Manuel, sublinhando: “Explicamos o que a CTA está a fazer, o nosso pensamento sobre o desenvolvimento da economia do país, e as dificuldades. Falamos de alguns sectores estruturantes do nosso país, principalmente da agricultura e recursos naturais, onde os EUA têm uma larga experiência e nós queremos aprender deles”.

O Presidente da CTA também mostrou-se preocupado com a falta de paz no país.

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Add comment


Security code
Refresh