LOGIN

Login

Memorizar

       
NEWSLETTER AIM & CTA

Newsletter AIM & CTA

Subscreva-se para ter acesso a Newsletter AIM & CTA.
A+ R A-

Fábricas necessitam de 48 mil toneladas

  • Visitas: 1245

3_Newsletter_28_PT.jpg

Teve lugar na Província de Nampula, no dia 24 de Novembro, o terceiro Comité do Caju, onde foram apresentados dados sobre processamento da castanha refentes a campanha 2015/16 e a previsão para a campanha 2016/17. Para a presente campanha, as fábricas necessitam de 48 mil toneladas, enquanto os exportadores necessitam de 23.200 toneladas.

A região norte de Moçambique produz, actualmente, mais de 74.400 toneladas de castanha de caju, segundo dados apresentados no terceiro Comité do Caju.
Para a campanha 2015/16, a capacidade instalada nas fábricas de todo o país foi de 53.700 toneladas, tendo sido aprovisionadas 34.447 toneladas e consequente processamento de 30.759 toneladas, correspondente a 89%. Deste processamento, foi produzido 5.982 toneladas de amêndoa, e exportada 6.012 toneladas durante a campanha.
Para a presente campanha, as fábricas necessitam de 48.000 toneladas, e já têm aprovisionadas 26.452 toneladas. Os exportadores necessitam de 23.200 toneladas, e actualmente já têm adquiridas 12.761 toneladas.
Com o abastecimento actual às fábricas, em torno dos 55% (26.452 toneladas), foi decidido que, a partir de 15 de Dezembro corrente, poder-se-á abrir as exportações da castanha de caju.
O preço médio de comercialização é de 65%, sendo que registou uma oscilação de 45 a 85 MT.

 

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Add comment


Security code
Refresh