LOGIN

Login

Memorizar

       
NEWSLETTER AIM & CTA

Newsletter AIM & CTA

Subscreva-se para ter acesso a Newsletter AIM & CTA.
A+ R A-

CTA e AIE preparam Conferência sobre Infra-estruturas para Gás em Moçambique

  • Visitas: 1069

Infra gas Conferencia de imprensa

A Cidade de Maputo vai acolher, no próximo dia 31 de Janeiro, a Conferência sobre Infra-estruturas para Gás em Moçambique. Co-organizada pela CTA – Confederação das Associações Económicas de Moçambique, e AIE - Africa Influence Exchange, a Conferência visa apresentar ao sector privado local e internacional os updates da indústria do Oil&Gas no que se refere a projectos estratégicos de infra-estruturas que criam oportunidades de fornecimentos de serviços e subcontratações na área de construção e logística para o mercado nacional.

A Conferência abordará as oportunidades actuais no sector, sendo que os principais pontos da agenda incluem os principais projectos e planos de desenvolvimento, à medida que o País avança para a comercialização de activos, e as oportunidades a nível das operações submarinas, midstream, downstream. Os projectos âncora, transporte e logística serão igualmente explorados.
Segundo Prakash Prehlad, Vice-Presidente da CTA, um dos principais objectivos da Conferência é garantir ao sector privado nacional o acesso a informação sobre os desenvolvimentos e oportunidades na indústria do Oil&Gas, e apresentar a estratégia dos operadores para o conteúdo local, assunto de foco principal na agenda da CTA.
“Uma das grandes batalhas que a CTA tem vindo a travar é a atracção de grandes empresas a fazerem projectos incluindo as Pequenas e Médias Empresas, o dito local content. Portanto, esta Conferência está dentro deste espírito. A grande referência de Moçambique, neste momento, são os recursos naturais e esses recursos só poderão fazer efeitos na nossa economia e nas nossas empresas quando tivermos infra-estruturas”, explicou Prakash, frisando que “é dentro deste contexto que a CTA traz esta Conferência com standard internacional, por um lado, e por outro fazer com que os principais potenciais investidores tragam e digam o que é que vai acontecer nesta área nos próximos anos, pois esta informação vai permitir que as PME´s possam se preparar para capitalizarem essas oportunidades”.
O Vice-Presidente da CTA terminou apelando à importância da participação do empresariado moçambicano na Conferência e acredita que este será o ano da viragem para os desenvolvimentos do sector do Gás e informou que: “estamos a praticar preços promocionais de acesso a Conferência para as empresas registadas na base de dados da CTA”.
“Vai haver uma definição clara sobre o que é preciso para ter acesso às oportunidades oferecidas por estas multinacionais. Sabemos que a SASOL vai investir muito neste ano, valores acima de um bilião de dólares, portanto queremos saber quais são as oportunidades que vão haver para as Pequenas e Médias Empresas locais”, disse, por seu turno, Chivambo Mamadhussen, Vice-presidente do Pelouro dos Recursos Minerais e Hidrocarbonetos na CTA.
A Conferência contará com participação de todos os ministérios económicos nacionais e mais de 300 delegados, representando mais de 150 empresas nacionais e estrangeiras.

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Add comment


Security code
Refresh