LOGIN

Login

Memorizar

       
NEWSLETTER AIM & CTA

Newsletter AIM & CTA

Subscreva-se para ter acesso a Newsletter AIM & CTA.
A+ R A-

CEP visita Direcção da Unidade dos Grandes Contribuintes

  • Visitas: 804

newsletter_39_5.jpg

O Conselho Empresarial Provincial de Cabo Delgado efectuou, na última quarta-feira, 15 de Fevereiro, uma visita de cortesia  à Direcção da Unidade dos Grandes Contribuintes daquela província, um órgão tutelado pela Autoridade Tributária de Moçambique (AT).

A visita, da iniciativa do Conselho Empresarial Provincial de Cabo Delgado, enquadra-se no âmbito das visitas regulares aos diversos parceiros da Província e tem por objectivo o reforço das relações entre os Sectores Privado e Público.
Na Direcção da Unidade dos Grandes Contribuintes (UGC), foram passados em revista os assuntos relacionados com os mecanismos que o Sector Privado vai privilegiar para sensibilizar os empresários a canalizarem as suas contribuições de forma regular.
No encontro, foi ressalvada a necessidade de se pautar por acções preventivas e pedagógicas com o intuito de se evitar imposições de multas sem que haja uma prévia sensibilização aos contribuintes no cumprimento das suas obrigações fiscais.
Na ocasião, a Presidência do CEP/CD recordou que, devido à crise económica que assola o País, a muitas empresas têm tido dificuldades no seu funcionamento, facto que tem uma repercussão directa na canalização das suas contribuições.
Por outro lado, os atrasos nos pagamentos por parte do Estado de trabalhos realizados pelas empresas, também contribuiu no aumento das dificuldades às empresas. Os representantes do Sector Privado em Cabo Delgado pediram que estes casos fossem solucionados com mais brevidade possível, como forma de criar uma maior capacidade financeira às empresas, e em contrapartida estas honrarem com os seus compromissos fiscais.
Por seu turno, o Director da UGC agradeceu a disponibilidade que o Sector Privado da Província demonstrou, na união de esforços em prol do aumento das receitas fiscais do Estado. Demonstrou também, a sua preocupação em relação às empresas que sonegam informações relativas aos impostos.
Realçou ainda que, existem na Província, empresas com capital estrangeiro, que, segundo o Director da UGC, devem ser tratadas de forma cuidadosa para que canalizem na sua íntegra as contribuições ao Estado.
Falou também sobre a baixa aderência de navios referentes a importações e exportações no Porto de Pemba, o que obriga os comerciantes da Província a fizerem importações a partir do Porto de Nacala, diminuindo assim receitas fiscais ao nível da Província. No final, o Presidente do CEP/CD convidou o Director da UGC a visitar o CEP.

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Add comment


Security code
Refresh