LOGIN

Login

Memorizar

       
NEWSLETTER AIM & CTA

Newsletter AIM & CTA

Subscreva-se para ter acesso a Newsletter AIM & CTA.
A+ R A-

ARGENTINA FORTALECE COOPERAÇÃO NO SECTOR AGRO-INDUSTRIAL

  • Visitas: 321

O Embaixador da Argentina em Moçambique, Federico Villegas, visitou CTA esta Terça-feira, 1 de Agosto. No encontro, com o Conselho Directivo Alargado a alguns presidentes dos Pelouros, Federico Villegas manifestou o interesse do seu País em fortalecer as relações de cooperação com o Governo e o Sector Privado Moçambicanos em vários sectores, com destaque para o Agro-industrial.

Segundo Federico Villegas, a Argentina é um país com 43 milhões de pessoas e tem uma história de desenvolvimento agrícola que permitiu produzir alimentos para 500 milhões de pessoas, sendo que, a parceria com a contraparte moçambicana vai incorporar transferência de tecnologias e Know-how para ajudar o Sector Privado moçambicano a fazer agro-indústria duma maneira mais produtiva.

A Argentina possui a mesma extensão de terras aráveis que Moçambique, 36 milhões de hectares. Entretanto, explora 33 milhões de hectares, muito mais que Moçambique que se situa a 5 milhões de hectares.

Conjugado com a tecnologia avançada que aquele país possui, permite produzir e garantir segurança alimentar. O Embaixador referiu-se que, um dos aspectos centrais para o sucesso da Argentina na produção agrária tem sido a formação, possuindo 400 escolas técnicas agrárias, o que gera conhecimento para melhorar as técnicas de produção.

O Diplomata Federico Villegas defendeu que Moçambique deve ter uma maior interacção com o seu País por forma a beneficiar desta experiência, contribuindo para a segurança alimentar no País.

Neste contexto, o Governo Argentino decidiu reforçar as relações com Moçambique, abrindo uma Embaixada, sendo que Federico Villegas é o primeiro Embaixador da Argentina a ser acreditado no País.

A CTA e o Embaixador acordaram em cooperar na troca de experiências por forma a transformar pequenos agricultores em Moçambique, trazendo know-how necessário da Argentina. Refira-se que este País detém uma das técnicas agrárias consideradas pela FAO como sendo das mais sustentáveis do mundo.

Por sua vez, o Presidente da CTA, Agostinho Vuma, considerou frutífero o encontro que manteve com o diplomata argentino, na medida em que as partes trocaram informações sobre oportunidades de negócios existentes nos dois países, com destaque para o sector agro-industrial.

“Argentina é um dos maiores países produtores de alimentos no mundo, e possui uma tecnologia avançada, para além de que a sua extensão de terra arável é quase a mesma que Moçambique (36 milhões de hectares) e as condições climáticas também são similares. Destes 36 milhões de hectares explora 33 milhões, mais de 90 porcento, e consegue produzir alimentos para quinhentos milhões de pessoas enquanto a sua densidade populacional é de quarenta e três milhões. Portanto, precisamos aprender da Argentina para suprirmos o nosso défice de alimentos”, elucidou o Presidente da CTA, sublinhado que nas empresas nacionais serão identificados técnicos que vão beneficiar de formação na Argentina.

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Add comment


Security code
Refresh