LOGIN

Login

Memorizar

       
NEWSLETTER AIM & CTA

Newsletter AIM & CTA

Subscreva-se para ter acesso a Newsletter AIM & CTA.
A+ R A-

Parceiros querem Private Sector Working Group eficaz e desburocratizado

  • Visitas: 235

Newsletter_69_2.jpg

O Vice-ministro da Indústria e Comércio, Regendra de Sousa, disse na reunião do PSWG - Private Sector Working Group realizada na última Quinta-feira (12 de Outubro) que, o Grupo deve ser mais objectivo e desburocratizado de modo que as suas acções contribuam para a melhoria do ambiente de negócios no país, melhorando as posições de Moçambique no ranking de Doing Business e da Competitividade Global.

O Vice-ministro da Indústria e Comércio, Regendra de Sousa, reafirmou que o Governo está do lado do sector privado e está engajado para que o sector privado nacional seja o verdadeiro motor de desenvolvimento da economia nacional.
“Quero vos garantir que não teremos mais empresas estatais, essas ficaram para os historiadores. Vamos ser criativos de forma a criarmos outras formas empresariais. O Estado é apenas chamado a participar nos monopólios naturais, só para dar o pontapé de saída mas depois abre se ao sector privado”, referiu para depois sublinhar que o mercado moçambicano já não é mais monopolista, se alguma vez foi era num contexto histórico.

 

Não basta aprovar reformas, é preciso implementá-las!

A partir da última Quinta-feira, o Private Sector Working Group passou a ser presidido pela Noruega que substitui o Reino Unido, coadjuvado pela CTA.

Neste contexto, o Presidente da CTA, Agostinho Vuma, referiu-se a algumas expectativas em relação ao novo mandato, nomeadamente: Melhorar a coordenação no processo de reformas no que tange as acções/projectos a serem levadas a cabo pelos parceiros, de modo a evitar a dispersão dos recursos e por conseguinte assegurar maior sustentabilidade das suas acções por forma a alcançar-se os ganhos e a eficácia necessárias; e Monitoria das reformas aprovadas, de modo a garantir a sua implementação para a melhoria do ambiente de negócios.
O Presidente da CTA convidou o PSWG a participar no XV CASP – Conferência Anual do Sector Privado a decorrer nos dias 29 e 30 de Novembro próximo, afim de em conjunto e nos diferentes painéis previstos debater em torno dos constrangimentos ao negócio, e traçar possíveis propostas de reformas conducentes à melhoria do ambiente de negócios em Moçambique e por conseguinte a atracção do investimento ao país.
Reafirmou que, não basta aprovar reformas, é preciso, sim, implementá-las, pois só assim se pode contribuir para a melhoria do ambiente de negócios em Moçambique e por conseguinte para a subida de Moçambique no ranking do Doing Business.

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Add comment


Security code
Refresh