LOGIN

Login

Memorizar

       
NEWSLETTER AIM & CTA

Newsletter AIM & CTA

Subscreva-se para ter acesso a Newsletter AIM & CTA.
A+ R A-

AGOSTINHO VUMA ELEITO PRESIDENTE DA CTA

  • Visitas: 565

VUMA_VITORIA.png

O empresário Agostinho Vuma foi eleito hoje, 25 de Maio, Presidente da CTA com 56 votos, deixando para atrás Quessanias Matsombe com 50 votos. Os Órgãos Sociais eleitos tomam posse amanhã, em cerimónia que vai contar com a presença de membros do Governo, parceiros de cooperação e embaixadores acreditados em Moçambique.

De 41 anos de idade, Agostinho Vuma tem experiência de 16 anos como empresário, 12 anos no associativismo e federalismo empresarial, com interesses e investimentos na área de construção civil, indústria transformadora, hotelaria e turismo. Representa e é actualmente associado a multinacional portuguesa, com mais de 70 anos no mercado europeu e com créditos firmados na área de construção civil & obras públicas.

Membro fundador da Associação dos Empreiteiros da Cidade de Maputo onde foi presidente, depois fundou a FME – Federação Moçambicana de Empreiteiros, onde deu o seu contributo para a dinâmica do crescimento desta agremiação, consolidando a ação dos seus filiados. Na FME, exerceu o papel de Vice coordenador na Comissão Instaladora e Vice-Presidente durante 6 anos e Presidente nos últimos 7 anos. Para além de Presidente da FME, nos últimos 6 anos Agostinho Vuma foi Vice-Presidente da CTA.

Nesta capacidade, a sua liderança tem sido reconhecida pela indicação a cargos de confiança na gestão das Empresas e Organismos Públicos, designadamente, como Administrador da ANE – Administração Nacional de Estradas; Vice-Presidente da CIMLOP; Administrador do GAPI SARL e membro da Direção do PLAMA, onde emprestou o seu cunho empresarial, procurando imprimir a dinâmica que a economia exige dos fornecedores de bens e serviços públicos à sociedade.

Nestes últimos anos, teve o privilégio de conhecer a CTA por dentro. Conhece bem cada um dos seus pelouros. Conhece as Federações, as Câmaras de Comércio, as Associações e os Conselhos Empresariais a ela filiados. 

Missão Empresarial ao Botswana dominada por visitas a empresas estratégicas

  • Visitas: 356

Newsletter_48_PT_21.jpg

Uma Delegação Empresarial Moçambicana esteve no Botswana, nos dias 23 a 27 de Abril, no âmbito da Visita de Estado efeituada pelo Presidente da República de Moçambique, Filipe Jacinto Nyusi, àquele país da região austral de África. Além do Fórum de Negócios e Bolsas de Contactos, a Missão Empresarial foi dominada por visitas a algumas empresas estratégicas que se dedicam à produção de carne de corte.

Na visita a Impacts Genetics Botswana, a Delegação Empresarial Moçambicana teve a oportunidade de conhecer a empresa de inseminação de embriões, um processo que impulsiona o desenvolvimento e crescimento de gado bovino com o intuito de responder a demanda do mercado local e internacional.
A visita tinha como objectivo a troca de experiências com empresários locais no sector de agropecuária, transferência de conhecimentos e incremento de parcerias de negócios e investimentos entre Moçambique e Botswana.
A BMC - Botswana Meat Commission, também foi visitada pela Delegação Empresarial Moçambicana onde teve a oportunidade de trocar experiências no sector de infraestruturas para abate e corte de carne bovina.
Durante a visita, a BMC apresentou algumas preocupações relacionadas com a morosidade que se registada no Porto da Beira derivada de burocracias no processo de exportação da carne para os mercados europeu, asiático e americano.
A Delegação Empresarial Moçambicana percorreu os diversos compartimentos de produção, abate e corte de carne, onde colheu várias experiências. Nesta visita, os empresários moçambicanos manifestaram o interesse de importar a carne do Botswana por via do Zimbabwe usando o Porto da Beira.
Com foco nos sectores de agro-negócios, hidrocarbonetos e recursos minerais, turismo, construção civil, saúde e energia, o Fórum de Negócios serviu para melhor conhecer as oportunidades de negócios existentes nos dois países e criar parcerias entre empresários moçambicanos e tswanas.
O primeiro painel foi reservado aos discursos, tendo o Presidente de Moçambique, filipe Nyusi, feito referência à estratégica localização geográfica de Moçambique, a composição e os tipos de recursos que o país apresenta sem esquecer do seu potencial no sector de transporte e comunicações.
O segundo painel serviu para apresentar as facilidades em termos legais que Moçambique tem para absorver investimentos. Já o terceiro painel foi liderado pela CTA, representada pelo Vice-Presidente Prakash Prehlad que falou das oportunidades concretas e do ambiente de negócios em Moçambique.
De forma geral, a Delegação Moçambicana faz um balanço positivo e refere que os objectivos foram alcançados.

CTA divulga Lei das Transacções Electrónicas

  • Visitas: 340

Newsletter_48_PT_12.jpg

Com o intuito de dar a conhecer e promover o aumento da confiança do empresário no uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC´s) nas suas transacções, mormente com o exterior, a CTA, em parceria com o Instituto Nacional de Informação e Comunicação (INTIC) realizaram, na última quarta-feira, em Maputo, um seminário de divulgação e socialização com os principais actores da implementação da Lei 03/2017, de 09 de Janeiro, que regula as Transacções Electrónicas, Comércio Electrónico e Governo Electrónico.

Dirigido a todos os ramos de negócios, com destaque para aqueles que foram regulados por esta Lei, nomeadamente: comércio, a banca, serviços de telecomunicações e internet, transporte de bens e prestação de serviços informáticos, o seminário visava promover o aumento da confiança do empresário no uso das TIC´s nas suas transacções, mormente com o exterior.
A Lei 03/2017, de 09 de Janeiro promove maior protecção e segurança jurídica na realização da actividade económica com recurso ao comércio electrónico.
Esta legislação vem promover o desenvolvimento económico e empresarial, porquanto ao abrigo deste dispositivo legal uma pessoa oferece ou garante, através de um meio electrónico, a prestação de serviços e/ou bens.

CTA sai mais unida!

  • Visitas: 318

Reunida em Assembleia Geral, realizada na última Quinta-feira, em Maputo, a CTA saiu do encontro mais unida do que nunca, tendo na ocasião aprovado o Relatório de Actividades e Contas referente ao exercício económico 2016, e foram alcançados consensos que unem a Classe Empresarial Moçambicana.

Por aclamação e unanimidade, a Assembleia Geral da CTA aprovou o Relatório de Actividades e Contas de 2016. O actual Conselho Directivo, cujo mandato termina no próximo dia 8 de Maio, recebeu louvores pelos feitos conseguidos ao longo dos seis anos (correspondentes a dois mandatos).

O último ponto da agenda referente a eleição dos novos Órgãos Sociais, foi adiado na sequência da Providência Cautelar do Tribunal Judicial de KaMpfumo, na cidade de Maputo, que suspendeu as eleições para dirimir alguns conflitos que surgiram ao logo do processo eleitoral.
Para ultrapassar as diferenças existentes no seio da classe, sendo a Assembleia Geral soberana procurou saídas airosas que confortassem as duas listas que concorrem à presidente da CTA.
Assim, para o bom nome da CTA, a AG concedeu a ambas listas a oportunidade de participarem no pleito eleitoral aos Órgãos Sociais. Destarte, a lista liderada por Agostinho Vuma e a liderada por Quessanias Matsombe vão à votação no dia 25 deste mês de Maio, sendo que a tomada de posse dos Órgãos Sociais que vierem a ser eleitos está aprazada para o dia 26.
De modo a acomodar o pedido de uma das candidaturas, a Comissão Eleitoral passou a ser composta por sete membros. Os dois novos que passaram a integrar a CE foram eleitos pela Assembleia Geral. Os dois candidatos referiram que se sentiam confortáveis com os dois novos membros da AG que passaram a integrar a Comissão Eleitoral.
Perante os membros da Assembleia Geral, o candidato Quessanias Matsombe comprometeu-se a retirar do Tribunal a queixa da qual resultou a Providência Cautelar que suspendeu as eleições que estavam marcadas para o dia 4 de Maio.
Desta XXI Assembleia Geral da CTA, a Classe Empresarial sai mais unida do que nunca como testemunham as imagens.
Em Conferência de Imprensa, convocada na Sexta-feira para falar das deliberações da XXI Assembleia Geral, o Presidente de Mesa da Assembleia Geral, Salimo Abdula, e o Presidente do Conselho Directivo, Rogério Manuel, realçaram a necessidade de os membros da CTA estarem mais unidos para o bem da Classe Empresarial Moçambicana. “A Assembleia Geral decidiu por consenso integrar as duas listas que concorrem à Presidência da CTA. A Assembleia Geral é idónea e tem capacidade para encontrar soluções para os problemas que surgiram ao longo deste processo. A Comissão Eleitoral vai continuar a dirigir este processo até as eleições marcadas para o dia 25 deste mês”, explicou Salimo Abdula.

Empresários moçambicanos procuram oportunidades de negócios no Botswana

  • Visitas: 478

Mais de 20 empresários integram a delegação moçambicana que acompanha o Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, na sua Visita de Estado à República do Botswana, de 24 à 26 de Abril corrente. No encontro, que manteve na manhã desta segunda-feira, em Gaborone, com a delegação empresarial, Filipe Nyusi agradeceu e encorajou a participação do Sector Privado nesta Missão e fez referência de que o objectivo é mobilizar o investimento, expandir o mercado e troca de experiências com os empresários do Botswana, sobretudo nos sectores onde eles têm maior potencial, nomeadamente: recursos minerais, turismo e agropecuária.

Com o intuito de procurar oportunidades de negócios e parcerias, a delegação empresarial moçambicana é composta por empresários que operam nos sectores de agro-negócios, construção-civil, turismo, comunicação, mineração e hidrocarbonetos. 

Durante a visita, os empresários vão participar no Fórum de Negócios Botswana-Moçambique, a realizar-se em Gaborone, no dia 25, com objectivo de promover parcerias e oportunidades de investimentos entre os empresários dos dois países. Durante o Fórum, está prevista a realização de B2B (Business-to-Business) para além de encontros sectoriais entre homens de negócios.
Nesta segunda-feira (24), a Delegação Moçambicana, chefiada ao mais alto nível pelo Presidente da República, realizou um encontro de concertação. Na ocasião, o Ministro da Indústria e Comércio, Max Tonela, fez a apresentação do programa empresarial enquanto o Vice-presidente da CTA Prakash Prehlad, que chefia a Missão Empresarial apresentou todos os empresários que integram a comitiva e os respectivos sectores de interesse.
O Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, agradeceu e encorajou a participação do Sector Privado nesta Missão e fez referência de que o objectivo é mobilizar o investimento, expandir o mercado e troca de experiências com os empresários do Botswana, sobretudo nos sectores onde eles têm maior potencial, nomeadamente: recursos minerais, turismo e agropecuária.

Visitas a empresas
Além do Fórum de Negócios, a Delegação Empresarial Moçambicana efectua visitas a empresas, como Impact Genetic, Diamond Trading Company Botswana, BMC - Botswana Meet Commission, entre outras. Nestas visitas, os empresários moçambicanos adquiriram experiências sobre criação de gado, produção de carne de corte e mineração.