PRESIDENTE DA CTA APONTA OS PRINCIPAIS FACTORES QUE MINAM A COMPETITIVIDADE DAS EMPRESAS NACIONAIS

4
199

O Presidente da CTA, Agostinho Vuma, enumerou hoje alguns factores que minam a competitividade das empresas nacionais, entre eles, o facto de Moçambique ter crescido na base de sectores voltados para a exportação de matérias brutas, porquanto este tipo de sectores não exige muito sobre o ambiente geral de negócios que a economia oferece, comparativamente a sectores voltados para manufacturar e adição de valor aos produtos primários. Estes tipos de sectores são bastantes exigentes em termos de políticas concertadas, tanto a nível de infra-estruturas bem como no acesso a produtos e serviços financeiros e na educação e treinamento da força laboral.
Para o Presidente da CTA, que falava na Conferência Internacional de Contabilidade e Auditoria, uma forma de implementar uma política destas é apostar nos clusters, que é um conjunto de empresas que actuam na mesma área, concentradas num mesmo ponto geográfico, pelo que podem desenvolver sinergias visando o aumento da sua produtividade. Para o caso de Moçambique, os nossos clusters podem estar próximos aos corredores de desenvolvimento porque nessas zonas temos um pouco de tudo em termos de vantagens comparativas: água, terra fértil e acesso fácil ao mar e infra-estruturas básicas.
Adicionalmente, é preciso ter um programa claro de certificação e embalagens dos produtos. Este é um dos factores que limita o acesso a mercados dos produtores nacionais.
Do lado conjuntural, o Presidente da CTA apontou a questão da estabilidade macroeconómica que joga um grande papel para a competitividade das empresas. A título de exemplo, referiu que é difícil competir com uma taxa de câmbio com altos níveis de instabilidade.
Outrossim, para as condições actuais do mercado, ainda é impossível viabilizar um negócio com taxas de juro acima dos 20%.
Um outro desafio à competitividade empresarial emerge da carga tributária, estimada em 36,1%, o que é onerosa ao sector privado.

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA