Desenvolvimento Associativo

Base impulsionadora do crescimento do movimento associativo

Uma das missões da CTA, na sua acção para influenciar a criação de um melhor ambiente de negócios, é a promoção de medidas que impulsionem o crescimento de um movimento associativo forte, participativo, socialmente responsável e capaz de influenciar a tomada de decisões. Esta função é desempenhada pelos serviços de apoio aos membros e relações institucionais que:
Facilita uma comunicação eficiente, eficaz e transparente aos seus membros e aos outros intervenientes;
Apoia os membros no seu crescimento e desenvolvimento;
Garante que o trabalho realizado pela CTA inclua os contributos dos membros e dos intervenientes, para tornar os resultados da CTA mais representativos do Sector Privado;
Faculta informação atempada sobre os tópicos tratados pela CTA e o desenvolvimento do Sector Privado.
Da maneira mais eficiente possível, a CTA construiu uma estrutura de apoio por todo o País de modo poder satisfazer as necessidades dos seus membros.
Para atender algumas necessidades específicas, como a arbitragem comercial, a formação profissional e a luta contra o HIV/Sida nas empresas, a CTA criou três organizações externas.
A CTA conseguiu estabelecer uma rede ampla de relações institucionais e parcerias, a nível nacional e internacional.

Os Membros

Os membros da CTA são as associações de empresas que produzam, distribuam ou vendam produtos ou serviços, bem como as respectivas federações e uniões.
A CTA tem 132 associações como membros que representam vários sectores de actividade, como por exemplo: transportes, comércio, indústria, aviação civil, hotelaria e turismo, banca, segurança privada, agricultura, farmácias, navegação marítima, publicidade, obras públicas, consultoria, câmbios, estética, etc. No total, estas associações representam cerca de 3500 empresas, com um crescimento constante.
Embora o perfil dos membros seja irregular, nenhuma outra organização em Moçambique se aproxima da base de associações da CTA. O estatuto de membro da CTA – devidamente encorajado e fortalecido – representa, deste modo, um recurso institucional potencialmente poderoso para a reforma do ambiente de negócios e para o desenvolvimento do Sector Privado.
Para o fortalecimento dos membros, projecta-se continuar e acelerar os esforços de maior concentração em Federações Sectoriais, em vez de dispersão da estrutura de associados. Espera-se com este exercício, agrupar todas as associações económicas provinciais de modo a que o Sector Privado ao nível da província esteja representado por uma única voz