AFREXIMBANK GARANTE FINANCIAMENTO AO SECTOR PRIVADO PARA DINAMIZAR AS EXPORTAÇÕES NACIONAIS

5955

O Director para África Austral do Banco Africano de Exportação e Importação (AFREXIMBANK), Gift Simwaka, manteve um encontro nesta Quarta-feira, 7 de Fevereiro, com o Conselho Directivo da CTA, durante o qual manifestou interesse de financiar projectos do sector privado moçambicano com vista a dinamizar as exportações nacionais. Gift Simwaka não anunciou o montante, mas assegurou a disponibilidade de financiamento sobretudo para o agroprocessamento.

No encontro, que durou cerca de uma hora, a Direcção da CTA e o Director do AFREXIMBANK discutiram as melhores formas de cooperação para a expansão das exportações de produtos nacionais não tradicionais, a diversificação de mercados, e a promoção da participação activa do sector privado no desenvolvimento do comércio.

“O Banco tem como objectivo estimular a expansão, diversificação e desenvolvimento do comércio a nível do continente. A ideia é promover o comércio de África para África e de África para fora, com destaque para os países asiáticos”, explicou Gift Simwaka, falando à imprensa após o encontro com a CTA.

“O AFREXIMBANK tem uma forte componente no agroprocessamento, e é neste sector que pretende concentrar o seu financiamento porque é necessário agregar valor nos nossos produtos e colocá-los em outros mercados. Estes são os primeiros contactos e vão se seguir outros passos, que incluem a assinatura de um Memorando de Entendimento”, referiu Mariam Umargy, Presidente do Conselho Fiscal na CTA.

O AFREXIMBANK foi criado em 1993, contando actualmente com 125 membros, entre países, incluindo Moçambique, e instituições. Desde então, Moçambique apenas recebeu financiamento para quatro empresas nacionais, totalizando 90 milhões de dólares norte-americanos.