Confederação das Associações Económicas de Moçambique

AMBIENTE DE NEGÓCIOS NA CIDADE DE MAPUTO: CTA E SERVIÇO DE REPRESENTAÇÃO DO ESTADO TRAÇAM ESTRATÉGIAS

A CTA e o Conselho de Serviço de Representação do Estado na Cidade de Maputo comprometeram-se a trabalhar no sentido de remover alguma barreiras que continuam desafios para a melhoria do ambiente de negócios ao nível da capital de Moçambique. A manifestação foi feita ontem, 15 de Junho, durante um encontro com o Secretário de Estado Vicente Joaquim.

No encontro, o Presidente da CTA, Agostinho Vuma, disse que apesar da retoma das actividades com o alívio das medidas restritivas da COVID-19, o sector do turismo ainda enfrenta desafios na sua recuperação.

O Sector de Transportes apresentou a preocupação dos transportadores relacionada com as taxas cobradas aos camionistas e a restrição de movimentação na Cidade de Maputo, mesmo sabendo que esta cidade tem um Porto e constitui corredor, por isso tem fluxo de camiões. O Sector das Pescas relatou a queda de produção, enquanto o Sector da Agricultura apresentou a questão de terra onde se verifica a ocupação de terrenos produtivos para construções o que tem afectado a disponibilidade de zonas verdes, maioritariamente, produtoras de verduras para abastecer as cidades.
O sector laboral, através da Associação de Agências Privadas de Emprego, denunciou a venda de vagas no sector público e que deturpa as actividades das agências privadas de emprego.
A CTA referiu que a questão dos vistos deveria merecer uma intervenção por parte do Secretário de Estado junto do Governo Central.

O Chefe do Conselho dos Serviços de Representação do Estado na Cidade de Maputo afirmou que o Governo tem interesse em atrair mais e melhores investimentos para o desenvolvimento da Cidade.
Como forma de encontrar soluções conjuntas, foram traçadas estratégias de trabalho para ultrapassar os desafios impostos pela Covid-19.
“A CTA é nossa parceira e sentimos que o ambiente de negócios está fluir na nossa Cidade, porém, queremos trabalhar mais de modo a limar pequenas barreiras que o sector tem encontrado e nós como Governo estamos sempre abertos para juntos mantermos um bom ambiente de negócios”, frisou.
Igualmente foram abordadas questões relativas a participação representativa da Cidade de Maputo na quinquagésima sétima feira internacional de Maputo (FACIM).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn