Análise de Mercados

593

Esta semana foi marcada por um comportamento misto dos mercados financeiros, com dois momentos. O início de semana houve uma tendência de deterioção de alguns indices como FTSE de Londres e NASDAQ em Nova Iorque devido aos receios de deterioração no mercado imobiliário Norte-Americano. Contudo, a semana fecha com tendência de recuperação, particularmente, devido a abertura manifestada pelo Presidente Russo, Vladimir Putin, em discutir com o ocidente saídas da crise Ucraniana.

No sector energético, o barril de petróleo mantém a tendência ascendente. Depois de ter iniciado a semana a ser transaccionado a USD 107,37 o barril do Brent e USD 99,1 o barril do WTI negociado em Nova Iorque, a semana termina com o barril a ser transaccionado a USD 107,74 e USD 100,77, respectivamente. Isto representou um subida de 0,3% do preço do barril do Brent e 1,7% o barril de WTI. Por sua vez, o Gás Natural teve mesmo comportamento, apesar de um ligeiro abrandamento na sua taxa de crescimento. Assim, após ter iniciado a semana a ser transaccionado a USD 4,68 o metro cúbico, termina a semana a USD 4,73. Segundo a CNBC, o sector energético sofre de tensões nos mercados geradas pela queda inesperada das reservas de petróleo nos Estados Unidos, em um mercado que acompanha atentamente a situação na Ucrânia. 

Para descarregar ficheiro completo clique aqui.