BAD pretende aumentar apoio ao Sector Privado em Moçambique

4873

Newsletter_37_PT_1.jpg

O Director Executivo do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) para África Austral, Heirinch Gaomab II, visitou na sexta-feira, 02 de Fevereiro, a CTA,  onde manteve um encontro de trabalho com a respectiva Direcção Executiva. Durante o encontro, o Director Executivo do BAD informou que a Direcção daquela instituição financeira quer aumentar o apoio ao desenvolvimento do sector privado em Moçambique.

O Representante Residente do BAD em Moçambique, Joseph Ribeiro, que acompanhava o Director Executivo, destacou alguns projectos financiados pelo BAD no País, nomeadamente o Regadio do Baixo Limpopo, estimado em USD 21,7 milhões; Cofamosa Irrigation Project, estimado em USD 23 milhões; e Corredor Logístico de Nacala, bem como Barragem de Massingir.
A intenção do BAD é aumentar o financiamento a projectos com impacto no desenvolvimento sócio-económico em Moçambique.
A CTA apresentou, primeiro, o perfil institucional e sua contribuição no desenvolvimento do Sector Privado. Em seguida, referiu que um dos problemas dos empresários moçambicanos para aumento do financiamento do BAD aos projectos locais é a capacidade de responder correctamente os critérios exigidos nos concursos para financiamento. Isto faz com que os projectos apresentados sejam reprovados.
Assim, a CTA e o BAD acordaram em trabalhar em conjunto para apoiar o empresariado na organização de propostas de projectos para financiamento do BAD. Tendo sido informado das actividades do Serviço do Provedor do Empresário, o BAD manifestou abertura em apoiar através da sua linha de actividade African Legal Support Facility.
Porém, antes apresentou as principais áreas prioritárias do BAD, tendo mencionado cinco, nomeadamente energia e acesso à electricidade, agricultura e transformação económica, industrialização, integração regional e redução de desigualdades sociais.
Por fim, as duas instituições deixaram em aberto organizarem um evento de reflexão sobre o desenvolvimento da agricultura, no qual teria como orador principal o Presidente do BAD, Dr. Akinwumi Adesina, que possui uma larga experiência na área, tendo desempenhado as funções de Ministro de Agricultura na Nigéria, antes do posto actual.