COMBATE À MALNUTRIÇÃO EM MOÇAMBIQUE: Oito Empresas beneficiam-se do Fundo de Expansão de Mercado de Alimentos Nutritivos (SMNF)

406

Um total de oito projectos, de igual número de empresas, de diferentes províncias do País, foram aprovados ao financiamento no âmbito do Fundo de Expansão de Mercado de Alimentos Nutritivos (SMNF), implementado pela GAIN – Global Alliance for Improved Nutrition, em parceria com a CTA, com o objectivo de financiar projectos de negócios que tenham potencial de aumentar a disponibilidade e acesso a alimentos nutritivos no mercado, que contribuam no combate à malnutrição em Moçambique. Até agora, foram aprovados mais de 900.000 dólares norte-americanos, podendo aumentar em cerca de 400.000 dólares.

Trata-se da Chicoa Fish Farms, do distrito de Cahora Bassa, em Tete, que se dedica à produção vertical integrada de chicoa; Winnua Zambázia do distrito de Mocuba, na Zambézia, que se dedica à produção de papas fortificadas;  Quinta do Bom Ovo, que opera na produção de ovos na cidade da Beira, em Sofala; Lovemore Frangos e Rações, de Napipine, em Nampula, que também dedica-se à produção de ovos; Salinas de Batanhe, da Nova Mambone, em Inhambane, que dedica-se à produção de sal iodado; Jacaranda Nampula, de Mirrote, província de Nampula, que dedica-se à produção de ovos; Machados Know how e Frangos de Mahubo, ambos do distrito de Boane, em Maputo, e dedicam-se à produção de ovos.

O financiamento é através de aplicações de subvenção e co-investimento e os valores serão desembolsados sob forma de Grant em várias tranches ao longo deste e do próximo ano.

Ainda no âmbito desta janela de financiamento, existem outros 5 projectos em avaliação e espera-se que os mesmos sejam validados no mês de Outubro em curso.

As empresas seleccionadas receberão, para além da assistência financeira, a assistência no desenvolvimento do plano de negócios e assistência técnica para sua implementação.

O SMNF é financiado com fundos do DFID (UK – Department for Internacional Development).