Confederação das Associações Económicas de Moçambique

CTA E DINICC TROCAM INFORMAÇÕES DE INTERESSE COMUM PARA A PROMOÇÃO DAS INDÚSTRIAS CRIATIVAS E CULTURAIS

O Pelouro das Indústrias Criativas e Culturais da CTA reuniu-se com a Direcção Nacional das Indústrias Culturais e Criativas (DINICC) para a troca de informações de interesse comum, com realce para as reformas legislativas em curso entre outras actividades tendentes à promoção de um desenvolvimento inclusivo.

No encontro, o Director do DINICC, Emanuel Dionísio, informou que está em curso a aprovação do Estatuto do Artista após ter sido feita a auscultação do mesmo Frisou a importância deste documento visto que confere legitimidade e valoriza a carreira do artista em Moçambique.
Recordou que, recentemente, foi aprovada a Lei dos Espectáculos e que também está em curso a revisão da Lei de Mecenato, que no momento está a ser harmonizada pelos vários ministérios. Espera-se a sua aprovação ainda este ano.
Para além destes documentos, o Ministério da Cultura e Turismo e seus parceiros concluíram a construção do Centro Cultural Moçambique-China, localizado no Campus da Universidade Eduardo Mondlane. O mesmo tem 3 auditórios com capacidade para 1500, 500 e 400 espectadores, incluindo outras infraestruturas de apoio para grandes eventos, e espaços de lazer e exposições variadas. Este centro foi construído para o benefício de todos os artistas e nos próximos dias a DINNIC vai proceder à legalização através de um decreto. Emanuel Dionísio convidou o Pelouro da CTA a efectuar uma visita.
Apelou aos realizadores e promotores de espectáculos para honrarem com os seus compromissos, em especial, com os artistas nacionais, pois, há muitas reclamações e o Ministério não gostaria de cancelar licenças. Aconselhou os realizadores a conhecerem os seus direitos e deveres.
Do lado da CTA, participaram no encontro o Presidente do Pelouro das Industrias Criativas e Culturais, Moreira Chonguiça, Assessor do Pelouro Raufo Usta, e os seguintes membros
José Manuel Luís (SOMAS), Paulo Bonde (Mussika), Wacy Zacarias (CriaMoz) e Stayiler Marroquim (Marroquim Advogados).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn