Confederação das Associações Económicas de Moçambique

DESEMPENHO DAS EMPRESAS NACIONAIS SUBIU DE 26% para 29% NO IV TRIMESTRE DE 2021

Nesta 7 edição do Economic Briefing pretendemos abordar o Desempenho do sector empresarial no IV Trimestre de 2021 e as Perspectivas Económicas de curto e médio prazo.

Neste sentido, para além da avaliação do desempenho empresarial, iremos partilhar, também, a tendência do índice de emprego, dinâmicas do ambiente macroeconómico e a tendência do quadro regulatório que afecta o ambiente de negócios.

Este Economic Briefing que se realiza na Província de Nampula, tem a particularidade de o mesmo materializar a nossa visão de descentralizar o debate sobre as dinâmicas empresariais a par da consolidação do processo de maior envolvimento e engajamento do empresariado das diferentes regiões do nosso País. Nesta senda, pretendemos prosseguir com este objectivo replicando esta experiência em outros cantos do País.

 

Minhas caras, meus caros

Sobre o desempenho empresarial, como teremos aqui oportunidade de testemunhar da apresentação detalhada que será feita pelo nosso Director Executivo, no IV Trimestre de 2021 o Índice de Robustez Empresarial a nível nacional registou uma melhoria face ao III Trimestre em cerca de 3 pontos percentuais, passando e 26% para 29%. Esta melhoria reflecte na essência o efeito do alívio de restrições de combate a COVID-19 e o impulso na procura agregada decorrente do efeito sazonal da quadra festiva.

Na mesma linha, o índice de tendências de emprego, também evidenciou esta tendência de melhoria, tendo passado de 106.5 para 125.9, uma subida de 19.4 pontos, reflectindo a reintegração dos postos de trabalho que haviam sido perdidos ou suspensos no trimestre anterior devido às medidas restritivas de combate à COVID-19.

Neste ponto queremos ressalvar que, embora o índice de emprego apresente esta evolução favorável, o apetite de contratação das empresas continua bastante reduzido devido em grande a incerteza gerada pelo choque pandêmico. 

Portanto, embora no IV Trimestre de 2021 tenha havido uma reintegração de parte dos postos de trabalho que haviam sido suspensos no trimestre anterior, o cenário laboral continuou crítico, sendo que em todo ano de 2021 foram perdidos cerca de 11 mil postos de trabalho, com destaque para as províncias de Inhambane e Maputo.

Quanto ao índice do ambiente macroeconómico, a nossa avaliação mostra que este indicador subiu de 46% para 50%, reflectindo a estabilidade cambial, redução das taxas de juros de referência e recuperação da actividade económica.

Portanto, da nossa análise conclui-se no IV trimestre há melhorias no desempenho empresarial, todavia persistam fragilidades.

 

Caras e caros, 

A terminar, permitam-me partilhar que este Economic Briefing acontece a escassas semanas para a realização do nosso maior evento de diálogo público privado e plataforma de negócios do País – a XVII CASP, que irá aprofundar muitos dos temas que serão aqui abordados e constituirá um momento impar para reflectirmos sobre opções para catalizar a retoma económica após sucessivos choques que vem assolando o País, nestes termos convido a participação de todos.

Posto isto resta-me reiterar os agradecimentos a todos pela presença fazendo votos de um debate franco e fecundo em recomendações concretas para a melhoria do desempenho empresarial e da economia de forma geral.

 

Pela Melhoria do Ambiente de Negócios!

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn