IMPLICAÇÕES DE BANIMENTO DE SACO PLÁSTICO NA INDÚSTRIA: Regulamento de Banimento de Saco Plástico coloca em risco investimentos feitos em toda a cadeia de valor

43

O Sector Privado considera que a proposta de Regulamento de Banimento de Saco Plástico coloca em risco investimentos e diversos ganhos de todos os actores envolvidos na cadeia de produção de sacos plásticos, sem garantias de assegurar a emergência de alternativas viáveis a médio prazo.

No Webinar de reflexão sobre a proposta de regulamento de banimento de saco plástico e suas implicações na indústria nacional, promovido pela CTA, ficou assente que a proposta irá trazer implicações negativas na economia, desde o encerramento das indústrias de saco plástico, com perdas de todo o seu investimento e consequentemente o aumento de desemprego e da taxa de pobreza. A medida trará insegurança de futuros investimentos no país e menos receita para o Estado.
Para os empresários ligados a esta indústria, o banimento de sacos de plásticos não constitui a maneira ideal de resolver os problemas causados pela má gestão de resíduos sólidos em Moçambique e suas consequências para a natureza, atendendo, também, que o Estado concedeu licenças e permitiu que os investidores fizessem o investimento com a finalidade de produção de sacos de plástico.
O sector privado aponta como proposta, a melhoria da regulamentação do uso dos sacos de plástico; melhoria da regulamentação das indústrias do sector de reciclagem; controlo da disponibilidade de produtos de saco plástico em estabelecimentos comerciais; incentivo à colecta selectiva e à logística reversa; incentivo à realização de campanhas de educação ambiental entre os consumidores para o descarte correcto; promoção da reciclagem e sua valorização; e incentivo à inovação em produtos e tecnologias.