LINHAS DE CRÉDITO DO BNI NO ÂMBITO DA COVID-19: Demanda supera em 458% o montante disponível

264
  • Propostas submetidas acendam a 8,9 mil milhões de Meticais contra os 1,6 milhões de Meticais disponíveis

No âmbito das linhas de crédito do Banco Nacional de Investimento, nomeadamente, “Gov. COVID-19” no valor de 1.000 milhões de Meticais, e “BNI COVID-19” no valor de 600 milhões de Meticais, o Banco recebeu, até última sexta-feira 11 de Setembro, de todo o território nacional, um total de 782 projectos/propostas, num valor global de 8,9 mil milhões de Meticais contra os 1,6 milhões de Meticais disponíveis.

A demanda pelas duas linhas de crédito superou o montante disponível em mais de 7,3 mil milhões de Meticais, ou seja, está acima do montante disponível em cerca de 458%.
Segundo dados do BNI, das 782 propostas, 455 (58%) são da zona sul, 204 (26%) são da zona centro e 123 (16%) da zona norte. Em termos de montantes demandados, dos cerca de 8,9 mil milhões de meticais demandados, cerca de 5,2 mil milhões são da zona sul, cerca de 1,7 mil milhões são da zona centro e cerca de 2,1 são da zona norte.
As 782 propostas submetidas, empregam, actualmente, 17.636 trabalhadores, sendo 12.171 da zona sul, 3.665 da zona centro e 1,800 da zona norte. Analisando os dados, conclui-se que as zonas centro e norte representam cerca de 42% das propostas submetidas desde o início do processo.
A maior manifestação de interesse regista-se no sector de comércio com cerca de 3.4 mil milhões de Meticais, equivalente a 38%.