MOÇAMBIQUE VOLTARÁ A BENEFICIAR DE FUNDOS DO MILLENNIUM CHALLENGE CORPORATION

339

Moçambique voltará a beneficiar de fundos do Millennium Challenge Corporation (MCC), uma agência independente do Governo dos EUA que trabalha para reduzir a pobreza através de financiamento a programas específicos que estimulam o crescimento económico. A informação foi confirmada hoje, durante um Business Breakfast, pelo CEO de MCC, Sean Cairncross, que se encontra em Moçambique.
Para a concretização do Compacto, iniciará um trabalho intenso de desenvolvimento das áreas principais a serem cobertas, na base de consultas ao Sector privado, sociedade civil e entidades estatais, esperando-se que a respectiva implementação poderá ocorrer dentro de dois anos.
O Conselho de Administração de MCC aprovou 13,3 biliões de dólares americanos para programas de compactos e 631 milhões de dólares para programas de limite em todo o mundo, para apoiar projectos nos sectores de agricultura e irrigação, finanças e desenvolvimento empresarial, infraestrutura de transporte, iniciativas de anti-corrupção, acesso à energia, direitos de propriedade e política fundiária, abastecimento de água e saneamento, acesso à educação e acesso a serviços de saúde.
Em 2007, Moçambique beneficiou do primeiro “Compacto”, com duração de cinco anos, no valor de 506.9 milhões de dólares que financiaram projectos de abastecimento de água e saneamento e aumento da produção agrícola nas províncias de Niassa, Cabo Delgado, Nampula e Zambézia. Em 2013, o país não foi elegível para o segundo pacote, por ter falhado a conclusão de alguns projectos, durante o tempo previsto.
Criado em 2004, o MCC concede doações a países em desenvolvimento que respondam a padrões rigorosos de boa governação, combate à corrupção e respeito aos direitos democráticos.