NA REUNIÃO COM AS ASSOCIAÇÕES DA CIDADE E PROVÍNCIA DE MAPUTO: CTA apresenta linhas de financiamento ao associativismo e à actividade empresarial

260

A CTA reuniu-se hoje, 23 de Maio, com as associações membros, da cidade e província de Maputo, com o objectivo de apresentar os pacotes de financiamento às associações económicas e empresas, entre outros serviços de apoio disponíveis na CTA. No encontro, dirigido pelo Presidente da CTA, Agostinho Vuma, as associações tiveram a oportunidades de apresentar as suas preocupações, maioritariamente relacionadas com o acesso a financiamento. Igualmente, fez-se a apresentação da “CTA Participações”, o braço empresarial da Confederação.

Na sessão, a Gapi apresentou as linhas de financiamento disponíveis para o empresariado nacional, com destaque para o Fundo de Apoio Especial ao Sector Privado, uma iniciativa conjunta da GAPI, CTA e FAN, dedicada à reconstrução pós-calamidades nas zonas afectadas pelos ciclones IDAI e Keneth.
Este Fundo, engloba duas janelas, sendo uma para micro empresas, cujo montante é até 1,5 milhões de MT, com uma taxa de juro entre 8% e 10%, e um período de graça de seis meses; e outra linha com um montante até cinco milhões de MT, com taxa de juro igual a taxa MIMO (actualmente em 14,25%), com um período de graça de um ano.
Esta acção, inclui, também, assistência técnica às empresas. O Fundo será implementado com o apoio das Delegações Empresárias Províncias (DEP´s) da CTA. Às empresas que reembolsarem os valores dentro dos prazos, ser-lhes-á concedido 20% do crédito como donativo.
Para além deste pacote, dedicado ao processo de reconstrução pós-calamidades, a GAPI partilhou as outras linhas de financiamento à disposição, como Agrojovem, Agrogarante, Agroempreender e Finanças Rurais, bem como o projeto de Caixa de Crédito/Poupança.
A CTA partilhou a experiência de implementação do Fundo de Apoio Associativo, que se destina à assistência técnica e financeira às DEP´s, no valor de 30 mil dólares americanos, e às Associações Empresariais, no montante de 25 mil dólares, no cumprimento de áreas estratégicas da sua actuação como organização.
Na primeira janela do Fundo, foram aprovados sete projectos, beneficiando DEP´s e Associações. Em relação à segunda janela, está em finalização o processo de contemplação dos projectos. No âmbito do associativismo, refletiu-se, igualmente, sobre os desafios em matérias de governação, planificação e serviços aos membros.