NO ÂMBITO DO AFRICA INVESTMENT FORUM: BAD recebeu 9 pojectos moçambicanos avaliados em USD 3,5 biliões dos quais 5 estão em discussão com os investidores

103

No âmbito da plataforma AIF – Africa Investment Forum, o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) recebeu, em 2018 e 2029, um total de 9 projectos de empresas moçambicanas, avaliados em USD 3,5 biliões, dos sectores de agricultura, infraestruturas e indústria manufactureira, dos quais 5 estão bem encaminhados na discussão com diversos investidores e já foi aprovado um valor de cerca de USD 400 milhões.

A informação foi revelada pelo BAD, durante a sessão de auscultação com o Sector Privado sobre a revisão de meio-termo da Estratégia daquela instituição financeira.
A submissão destes projectos resultou do trabalho que a CTA tem vindo a realizar com o BAD na busca de soluções de financiamento para as empresas moçambicanas, sendo de destacar a realização, ano passado, das sessões de Board Room, inseridas na CASP – Conferência Anual do Sector Privado, e a participação da CTA nos AIF.
“Há um reconhecimento generalizado da importância do papel do BAD para o desenvolvimento do País no geral, e, em particular, do Sector Privado moçambicano”, referiu Álvaro Massinga, Vice-Presidente da CTA, realçando a intenção de melhorar essa relação.
No quadro das prioridades contidas na Estratégia do BAD 2018-2022 para Moçambique, constitui foco do sector privado 3 janelas mormente: (i) financiamento, (ii) procurment para edificação de infraestruturas, e (iii) capacity bulding.