O Metical mantém tendência de depreciação

188

No contexto internacional, os mercados financeiros foram influenciados pelos seguintes factos: (i)  a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) projecta um crescimento económico mundial de 2,9% neste ano e para o próximo ano derivado de uma desaceleração em quase todas as economias, a estagnação do comércio global, e o aumento contínuo das tensões comerciais, que estão afetando cada vez mais a confiança e o investimento a nível mundial bem como as incertezas a nível geopolítico;(ii) incerteza em torno dos avanços e recuos nas negociações em torno das disputas comercias entre a China e os EUA. Como corolário, as principais praças bolsistas registaram alguma volatilidade caracterizada por ganhos na primeira parte da semana e perda na parte final da semana.

MercadoriaSemana passada (USD) Esta semana (USD)
Barril de Petróleo Brent62.462.6
Gás Natural (mmbtu)2.642.58
Alumínio (ton)1,763.4001,736.600
Carvão (ton)43.8043.80

Em relação aos preços das commodities energéticas e metais registaram um comportamento misto. O barril do petróleo apresentou uma ligeira valorização de 0,3% comparativamente a semana passada. Este comportamento é justificado pelos receios em torno da deterioração das perspectivas da demanda a nível global desta commoditie devido ao abrandamento económico. O gás natural e Alumínio tiveram cotações média em 2,58 usd/mmbtu e 1.736,6 USD/Ton, respectivamente. O carvão mineral manteve a mesma cotação em 43,8 USD/Ton.

ProdutoSemana passada Esta semana
Trigo (USD/lb)511.65515.10
Soja (USD/lb)916.85904.95
Milho (USD/lb)380.100378.550
Açúcar (USD/lb)12.7112.73
Algodão (USD/lb)66.3064.89
Arroz c/casca (USD/lb)11.9312.14

Os preços dos produtos agrícolas apresentaram um comportamento misto e divergente relativamente ao observado na semana passada. No cômputo geral, os preços foram influenciados pelos avanços e recuos das negociações comerciais e a previsão de condições climáticas adversas em algumas regiões agrícolas nos EUA.

A nível doméstico, prossegue a tendência de descida da taxa de juro dos bilhetes de tesouro ao se fixar em 12,56 %. As restantes taxas de juro de referência não tiveram nenhuma alteração.

Taxas de juroSemana passadaEsta semana
Permuta de Liquidez12.75%12.75%
Bilhetes de Tesouro (Média)12.62%12.56%
Taxa de juro de política monetária MIMO12.75%12.75%
Prime Rate18.00%18.00%

Em relação as janelas de operações, dados desta semana indicam um aumento do volume de operações à taxa Facilidade Permanente de Depósito (FPD) de uma média de 321,37 milhões de MT da semana passada para 850,78 milhões de MT nesta semana. Por seu turno, contrariamente a semana passada o Banco de Moçambique não interveio na Janela de Cedência (FPC).

No que tange ao mercado cambial, o Metical continuou com a tendência de depreciação face as principais moedas transacionadas no mercado. Refira-se que em relação ao Rand a tendência foi influenciada pela indicação de redução do nível geral de preços na Africa do Sul (3,7%), nível mais baixo dos últimos 8 anos.

TAXA DE CÂMBIO MÉDIA
MoedaBanco
Comerciais
Banco de
Moçambique
Semana
passada
Esta semanaSemana
passada
Esta
semana
Euro69.8070.6169.7270.51
USD63.2963.7863.2663.71
ZAR4.264.334.264.33

Na análise comparada entre os quatro maiores bancos intervenientes do Mercado Cambial Interbancário, ao BCI coube o registo as cotações mais baixas em relação ao Euro, Millennium BIM face ao dólar americano, ABSA em relação ao rand. Por sua vez, o Standard Bank apresentou as cotações mais altas em relação ao Euro, o ABSA em relação ao Dólar americano, e o Standard Bank foi para o Rand.

Quatro Maiores Bancos
MoedaBanco com
Câmbio Mais Alto
Banco com
Câmbio
Mais Baixo
Euro70.63Standard Bank70.58BCI
USD63.95ABSA63.76BIM
ZAR4.33Standard Bank4.32ABSA