Oficializado Conselho Empresarial Distrital de Nicoadala

2952

cep1.jpg

Conforme ficou acordado no encontro realizado no dia 16 de Setembro deste ano, os agentes económicos do Distrito de Nicoadala, na Província da Zambézia, reuniram-se no dia 27 para oficialização do Conselho Empresarial Distrital. Marcelino Armando Nicoadala foi eleito presidente do CDE.

 

Para além dos agentes económicos, participou no encontro a Secretária Permanente Distrital e o mesmo foi orientado pelo Presidente do Conselho Empresarial Provincial da Zambézia, Alfredo Ramos Manuel.
Foram ao sufrágio, três concorrentes, designadamente Marcelino Armando Nicoadala, Carlos Pereira Wachita e Paulo Paulino Mesquita, agentes económicos dos ramos dos Transportes, Construção e Comércio, respectivamente.
Marcelino Armando Nicoadala foi eleito presidente do CDE com 35 votos, dos 47 agentes económicos com direito a voto, enquanto Carlos Pereira Wachita e Paulo Paulino Mesquita empataram, na primeira volta. No desempate, Carlos Wachita foi eleito vice-presidente com 26 votos.
A criação dos Conselhos Empresariais Distritais tem em vista permitir que o sector privado faça a radiografia ao nível local dos assuntos que afectam o desenvolvimento de negócios.
Os mesmos são interlocutores do empresariado local junto dos Governos distritais no diálogo público-privado visando o fortalecimento do ambiente de negócios ao nível dos distritos.
Igualmente, são responsáveis pela elaboração da matriz de trabalho sobre os principais constrangimentos que impedem o desenvolvimento de negócios ao nível dos distritos e elaboração das recomendações para o DPP ao nível Provincial e daí Nacional. Na Província da Zambézia, já foi formalizado o CED de Maganja da Costa.