Participação do CTA a Foruns e Conselhos de Administração

1046

Com base na força do seu estatuto de organização e da importância do diálogo sobre a reforma do Sector Privado, a CTA conseguiu estabelecer uma rede ampla de laços institucionais. A rede é parcialmente internacional, mas actua de forma particular em instituições nacionais importantes. 

Este facto confere à CTA o potencial para a entrada e influência do Sector Privado no plano institucional, um bem muito valioso para o diálogo sobre a reforma e que favorece o acompanhamento como forma de garantir uma implementação efectiva. A CTA nomeia representantes do Sector Privado para participar em discussões com o Governo para coordenar processos específicos de regulamentação ou implementação de legislação.

Assinatura de Memorando de Entendimento entre a CTA e Água de Namaacha – 30.05.2012

Com base na força do seu estatuto de organização e da importância do diálogo sobre a reforma do Sector Privado, a CTA conseguiu estabelecer uma rede ampla de laços institucionais. A rede é parcialmente internacional, mas actua de forma particular em instituições nacionais importantes. 

Este facto confere à CTA o potencial para a entrada e influência do Sector Privado no plano institucional, um bem muito valioso para o diálogo sobre a reforma e que favorece o acompanhamento como forma de garantir uma implementação efectiva. A CTA nomeia representantes do Sector Privado para participar em discussões com o Governo para coordenar processos específicos de regulamentação ou implementação de legislação.

Os representantes actuam nas entidades seguintes:

  • ANE (Administração Nacional de Estradas);
  • CCT (Comissão Consultiva do Trabalho);
  • COREP (Comissão da Reforma da Educação Profissional);
  • FARE (Fundo de Reabilitação);
  • Fundo de Estradas;
  • Fundo de Fomento Mineiro;
  • G20;
  • INATUR (Instituto Nacional do Turismo);
  • INSS (Instituto Nacional de Segurança Social);
  • IPEME (Instituo de Promoção de Pequenas e Médias Empresas);
  • MCA (Millenium Challenge Account);
  • RETOSA (Organização Regional do Turismo da África Austral);
  • UTRESP (Unidade Técnica de Reforma do Sector Público).