Plano Estratégico

NOTA DE APRESENTAÇÃO DO PLANO ESTRATÉGICO

Caro Membro,

Após a nossa tomada de posse, um dos primeiros actos a realização do retiro para a planificação estratégica da nossa
Confederação, uma oportunidade que serviu também para reflectirmos sobre as realizações e os principais desafios da CTA
para os próximos 3 anos. Recuando um pouco na história e num olhar rápido às principais realizações da CTA nos últimos 20
anos da sua existência concluo que temos muito para comemorar. Mas o caminho que temos a trilhar neste triénio apresenta
novas e emocionantes perspectivas para que todos e cada um dos membros da CTA, Federações, Associações, Câmaras de
Comércio e Conselhos Empresariais, caminhem, colaborem e liderem juntos acções que conduzam à melhoria do ambiente de
negócios em Moçambique.
No Retiro foi aprovado o presente Plano Estratégico 2017-2020 orientado para 5 pilares com seus objectivos focados para o
aprimoramento da nossa acção no desenvolvimento do Diálogo Público-Privado e no aumento da nossa capacidade de
influenciar a adopção de políticas públicas que concorram para a participação de todos os intervenientes e para o
fortalecimento da Confederação na sua vocação primária de lutar por um cada vez melhor ambiente de negócios e promoção
de incentivos para uma economia nacional mais atractiva aos investimentos.
Uma das prioridades do presente Plano Estratégico é o reforço da capacidade institucional da CTA e consiste em 41 actividades
prioritárias, com enfoque para imprimir maior dinamismo e liderança na gestão e promoção da imagem da CTA. Os restantes 4
pilares estão em torno do Reforço do Diálogo Público-Privado, nossa missão principal, e incluem o Desenvolvimento de
Serviços de Apoio Empresarial, Internacionalização da CTA e a Promoção de Oportunidades de Negócios no Sector Privado,
visando o aumento da nossa capacidade de influenciar as questões-chave que afectam o desenvolvimento de negócios, a todos
os níveis.
Como Conselho Directivo da CTA estamos dando grandes passos na implementação das acções concebidas para estas 5
frentes. Desde o início de funções do actual elenco em Maio último, aumentamos de forma mensurável a qualidade e visibilidade
da nossa acção como Conselho Directivo e temos acolhido novos potenciais membros para a Confederação. Também
intensificamos significativamente o nosso envolvimento na advocacia em políticas públicas, apoiando a adopção de legislação
que concorra para restaurar um bom ambiente de negócios, incentivar investimentos que ajudem no desenvolvimento
económico do país e promovam a melhoria do posicionamento de Moçambique no ranking internacional do “Doing Business”.
Este é apenas o começo e, ao longo do triénio, sustentados pelo presente Plano Estratégico, iremos envolver activamente todos
e cada um dos membros nas acções prescritas e no desenvolvimento e melhoria do ambiente de negócios. Sob liderança do
actual Conselho Directivo, lançaremos uma série de acções e incrementaremos o diálogo com os membros actuais e
potenciais para que possamos ouvir e aprender de cada um dos membros melhores formas para colocarmos em prática e de

forma bem-sucedida o nosso Plano Estratégico. Por isso mesmo, incentivo à cada um dos associados a abraçar os 5 pilares
deste Plano Estratégico para que juntos possamos caminhar rumo à materialização do nosso maior desiderato de melhorar o
ambiente de negócios em Moçambique.
Do que nos compete e obriga, creiam que nos dedicaremos à medida necessária para podermos atender às necessidades de
todos os associados e encararmos os desafios que temos pela frente.
Auguro votos de um triénio fecundo e produtivo para todos e cada um dos membros da nossa CTA.

Baixe o plano Estratégico aqui!